segunda-feira, 2 de maio de 2011

Muito além da verdade


- Eu quero só que você me diga a verdade.
- A verdade sobre o quê?
- Queria saber o que passa no seu coração.
- Sangue, muito sangue.
- Não seja cínica, não foi isso que eu perguntei.
- Mas eu te disse a verdade.

(...)

E você aí, querendo a verdade, quando a única coisa que importa é a poesia. Tsc, tsc.

5 comentários:

  1. ai,não queria ter lido agora.eu já tinha deixado a poesia de lado, pelo menos até meu coração entender que ele não bate só por isso.

    ResponderEliminar
  2. Aí os homens que amam sofrem e escrevem poemas. Malvada vc, ainda que seja de uma malvadeza poética.

    ResponderEliminar
  3. poesia e mais poesia... sempre ♥

    ResponderEliminar
  4. uhnn...

    escrevi algo desse tom aqui.

    muito bom!
    beijo.

    ResponderEliminar

Que tal continuar o poema nos comentários? Co-criemos.